PASSO A PASSO

Como conseguir uma mentoria de negócios DE GRAÇA

Uma mentoria pode mudar totalmente o seu negócio! Veja o passo a passo pra conseguir uma - e sem pagar nada por ela!

17h | 02 de junho 2021 Por Capitã SOS

Tripulação, tem um ditado que diz que, se você não sabe algo, precisa ter o telefone de quem sabe. Ou seja, dá pra aprender com quem sabe mais do que você ao longo do caminho! E uma das formas de fazer isso é por meio de uma mentoria.

Antes que você saia do post pensando que mentoria é coisa de rico e que você não tem dinheiro pra isso, deixa eu te contar que você pode conseguir mentorias DE GRAÇA! A própria Nathalia Arcuri, CEO e fundadora da Me Poupe!, usou as dicas que vou te contar ao longo dos anos pra transformar a Me Poupe! em tudo que é hoje. E sem gastar nada!

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri tocando na cabeça, com cara de "entendeu?"

Então, continua lendo porque, se você nunca pensou em achar uma pessoa pra ser sua mentora, é hora de reconsiderar isso.

Antes de mais nada, o que é uma mentoria?

Mas, se você nunca nem ouviu essa palavra, deixa eu te contar sobre ela. Assim, você vai entender por que ela é tão importante!

Uma mentoria acontece quando alguém que sabe muito mais do que você sobre alguma coisa te ensina sobre ela. Tem gente que é mentora profissional, ou seja, tem toda a didática, o método pra dar uma mentoria. Nesses casos, você paga e a pessoa te ajuda.

Mas também dá pra ter um mentor não-profissional, ou seja, encontrar alguém que já passou pelos perrengues que você está passando (ou vai passar) e pedir ajuda. Essa pessoa pode te ajudar com a experiência, os erros e acertos que cometeu. É praticamente você aprender com os erros de outra pessoa, e é de graça! Bom demais, né?

Então, dobra o foco aqui que eu vou te contar 4 passos simples pra você conseguir uma mentoria gratuita. E pode pegar um papel e uma caneta, que o negócio vai ser bem prático:

1. Saiba o que você quer

Lá vai mais um ditado popular pra você: pra quem não sabe pra onde vai, qualquer caminho serve. Já ouviu esse?

Eu gosto muito dele, porque fala da necessidade de planejamento. Ou, pelo menos, de saber o seu objetivo! Portanto, pense quais são as áreas do seu negócio que você precisa de ajuda: é na gestão dos funcionários? No financeiro? Na expansão? E o que exatamente em cada área está tirando o seu sono?

Pode anotar todas essas áreas no papel. Mas anote uma do lado da outra, como se fossem as colunas de uma tabela. Porque, no segundo passo, você vai escrever mais sobre cada uma...

2. Quem pode te ajudar?

Hora de pensar em quem pode te ajudar, ou seja, te dar a mentoria que você precisa! Pra cada área, você vai precisar de quatro nomes, que é pra aumentar as suas chances de conseguir um SIM! Uma boa tática é pensar em duas pessoas que você já conhece e tem contato, e outras duas que você admira mas ainda não tem contato.

AH! Lembre-se: a gente só aceita críticas construtivas de quem já construiu coisas na vida, tá? (hoje tô cheia dos ditados...) Então, não importa o quanto você ame seu pai, sua madrinha ou seu melhor amigo. Se eles nunca construíram nada na área que você precisa de ajuda, o que eles podem te dar é uma opinião. E opinião não é mentoria.

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri se inclina em direção À câmera e diz "desculpa"

3. Estude sobre a pessoa antes de pedir a mentoria

Quando você fez sua lista de pessoas, provavelmente pensou nos resultados que elas alcançaram ao longo da vida, certo? Eu nem preciso te dizer que você tem que saber disso! Afinal, são os principais motivos pelos quais você vai pedir ajuda pra ela.

Mas não são os únicos. E, pra se aproximar de alguém, é essencial que você saiba um pouco mais: que livros ela lê? Que pessoas ela segue nas redes sociais? O que ela faz no tempo livre?

"Capitã, eu vou stalkear a pessoa mesmo???"

Considere um stalk do bem, pra você descobrir um pouco mais sobre alguém que você admira! Isso é muito importante por dois motivos: o primeiro, pra você entender o melhor jeito de falar com essa pessoa. Sabe aquela coisa de falar a língua do outro? É exatamente isso!

Além disso, ter essas informações pode te ajudar a criar mais repertório. Ou seja, se alguém que você admira leu um livro específico no mês passado, esse livro pode ser interessante pra você também. Ou, se ela visitou uma exposição no ano passado, quem é o artista e por que ela pode ter se interessado por ele? Todos esses detalhes podem abrir sua cabeça e te trazer a visão de alguém que você admira.

4. Atenção na abordagem

Na hora de abordar a pessoa de quem você quer a mentoria, duas coisas são essenciais. A primeira é o "timing", ou seja, chegar na hora certa pra que ela consiga te dar atenção. E a segunda é saber fazer as perguntas certas! Afinal, quem precisa de ajuda é você, e a sua futura mentora não tem a menor chance de conseguir adivinhar o que você quer, certo???

Lembra que eu falei que você tinha que saber em que área precisava de ajuda? Aqui, vamos descer mais um degrau: saber pedir essa ajuda. Um bom jeito de começar é eliminar o "o que eu faço?" e, em vez disso, contar a situação que você está enfrentando e o que pensou pra resolvê-la.

Isso é MUITO importante, marinheira e marinheiro: mostrar que você já tem uma solução e busca uma opinião de alguém qualificado, e não está jogando essa bucha pra outra pessoa! Por isso, pode aproveitar o mesmo papel onde escreveu os nomes e as áreas que quer a mentoria pra escrever essas perguntas, e reescrevê-las até chegar na melhor forma de perguntar, a que vai trazer a resposta que você precisa. 

Por fim, você não precisa usar a palavra "mentoria". Pode falar "ajuda", "opinião", "orientação"... E também pode ter certeza: se você for honesta e honesto, humilde e tiver feito todos os passos anteriores, dificilmente vai ouvir um NÃO! A não ser que a pessoa realmente não consiga te ajudar por qualquer motivo, como não ter tempo pra isso.

#PARATODOSVEREM: Nathalia Arcuri fazendo 'joinha' com as duas mãos e falando 'Beleza'

Ah, que festa da mentoria!!!

E então, já pensou em quem vai ser a primeira pessoa pra quem você vai pedir ajuda?? Agora, só depende de você encontrar essas pessoas (claro que pode ser pela internet, mesmo, porque ainda estamos no meio da pandemia!) e abordá-las do melhor jeito.

Aproveita e manda o link desse post pra mais alguém que você sabe que precisa dessas dicas pra sair do lugar com o próprio negócio! AH! E neste vídeo aqui, a Nath dá ainda mais dicas pra você conseguir uma mentoria de graça!

Até a próxima, e não se esqueça: saber fazer a pergunta certa é mais da metade do caminho pra conseguir a resposta certa.

Leia também


Compartilhe este post

Posts relacionados

Este site usa cookies para garantir que você obtenha uma melhor experiência conosco. Para saber mais, acesse nossa Política de Privacidade