ESTRELAS

É hora de aprender a vender online, por Fred Trajano

Não vou mentir: é claro que você vai ter que superar alguns desafios. Existem milhares de empreendedores muito talentosos que ainda sabem pouco sobre como funcionar na internet. A boa notícia é que as plataformas estão prontas para ajudar quem ainda não sabe como "colocar os produtos online".

09h | 30 de junho 2020 Por Capitã SOS

Banner com foto de Fred Trajano e os escritos 'Estrela Guia, por Fred Trajano"

Por Fred Trajano

Você tem ideia de quantos comércios o Brasil tem hoje? As contas mais recentes somam mais de 5 milhões de empresas varejistas. No entanto, só 50 mil desses negócios conseguem vender seus produtos pela internet. Essa é uma fatia muito pequena, de apenas 1% de todas as lojas do Brasil.

É como se, a cada 100 donas e donos de lojas do país, apenas 1 deles estivesse vendendo online. O restante - isto é, os outros 99 varejistas - estão à deriva na pandemia. Mas, para superar essa crise, isso não pode acontecer. Precisamos colocar esses outros 99 para vender online, e pra já.

Como funciona um marketplace para vender online

Montar uma loja online eficiente do zero não é nada fácil. Começamos a digitalizar toda a operação do Magalu no início dos anos 2000, integrando as lojas online com as físicas. Então, com essa experiência, aprendemos muito sobre o que sabemos hoje sobre comércio eletrônico. Por isso, eu sei que criar uma loja digital para o seu negócio vai ser difícil e talvez até um pouco sofrido.

Em primeiro lugar, montar uma loja virtual exige encontrar um desenvolvedor de tecnologia, além de pensar em como fazer o marketing para tornar a sua loja conhecida para os seus clientes. Mas existe um caminho mais fácil: se associar a uma plataforma digital de vendas que já existe, que chamamos de "marketplace".

São ambientes virtuais onde você pode colocar a sua loja e pagar taxas sobre as suas vendas. A plataforma do Magalu é uma delas. Hoje, contamos com mais de 15 mil varejistas de diferentes portes, que exibem mais de 13 milhões de produtos para os nossos 25 milhões de clientes.

Por que vender na loja de outra pessoa?

"Mas qual a vantagem de estar na loja de alguém?", você vai me perguntar. A plataforma oferece tudo que você vai precisar para começar a operar no universo online: meios de pagamento seguros, um sistema de gestão de fraude, vínculos com uma marca conhecida, e estratégia de marketing e serviço de logística fortes. Para você, que é chefe da sua própria loja, fica o trabalho de gestão: comprar produtos, organizar seu estoque e sair vendendo.

Não vou mentir: é claro que você vai ter que superar alguns desafios. Existem milhares de empreendedores muito talentosos que ainda sabem pouco sobre como funcionar na internet. A boa notícia é que as plataformas estão prontas para ajudar quem ainda não sabe como "colocar os produtos online".

Por exemplo, alguém que venda camisetas pretas, retrôs, feitas com algodão orgânico, mas que só digita lá na plataforma que está vendendo "camiseta preta", não coloca uma boa foto da peça, não descreve com detalhes as características… Você acha que essa venda vai funcionar? Não vai.

Por isso, você vai precisar se dedicar a criar um catálogo de qualidade na internet, para poder compensar o fato de que o seu cliente não vai poder ver, experimentar ou tocar a sua camiseta.

Atenção com o cliente até depois de vender

Além disso, outro pecado que os novos empreendedores cometem na digitalização recente de suas lojas é a falta de cuidado com o cliente depois da venda. Entregou no prazo certo? Conseguiu fazer a troca quando o cliente pediu? Afinal, é importante manter contato e garantir que a experiência depois de pagar também vai ser boa. Assim como na loja física, o cliente na internet fica satisfeito quando é bem atendido. E, você sabe, cliente satisfeito é o melhor marketing que você pode ter.

Garantindo a presença em um marketplace de renome, uma boa descrição do seu produto e um cuidado no pós-venda, você pode se considerar parte do 1% que está vendendo pela internet no Brasil e se preparando para o futuro do varejo nacional.

Mesmo quem é dona e dono de um pequeno negócio precisa lembrar que o mundo mudou. Agora que não podem sair de casa, as pessoas estão fazendo ainda mais compras online. Quando essa crise passar, sabe o que vai acontecer? Estaremos ainda mais digitais e comprando mais online.

É um movimento sem volta. Por isso, se o seu negócio só funciona fora da internet, você precisa começar AGORA a vender online. Vender pela internet não é mais luxo. É uma questão de sobrevivência. E se você não estiver preocupado com isso, certamente vai sentir seu barco afundando.


Frederico Trajano é CEO da Magalu, o maior ecossistema para comprar e vender no Brasil. Fred, um dos pioneiros do e-commerce na América Latina, é reconhecido por estar à frente dos movimentos de negócio que transformaram o Magalu numa das empresas mais bem sucedidas do país.

Leia também


Compartilhe este post

Posts relacionados

Este site usa cookies para garantir que você obtenha uma melhor experiência conosco. Para saber mais, acesse nossa Política de Privacidade