CRECHE DE NEGÓCIOS

Nunca é tarde para começar um negócio: conheça 7 dicas infalíveis!

19h | 16 de julho 2021 Por Capitã SOS

Por Capitã SOS

Atenção, Tripulação do SOS Me Poupe! Você já sentiu aquela sensação de trabalhar muito, reclamar do trabalho mas não fazer nada pra mudar? Então, ela é um sinal de que se continuar assim, você nunca vai prosperar! Mas e se eu te disser que uma das maneiras pra você mudar isso é começando um negócio, mesmo com pouco dinheiro? Sim, nunca é tarde para dar vazão aos seus sonhos mais selvagens! Coloque em prática essas 7 dicas pra começar um negócio e traga o seu amor (ao trabalho) de volta! Com isso você pode alcançar suas metas e ganhar muito dinheiro! Pois se tem uma coisa que ajuda a ganhar dinheiro, essa coisa é o amor ao trabalho – e otras cositas más, é claro. Logo mais, eu te explico por quê.

 

#PRATODOSVEREM: Nath Arcuri, sentada no sofá com manta preta e branca, diz "Vamos Começar?"

 

  1. Vontade de mudar

 

Acredite, sem esse ingrediente, nada acontece na vida. Com vontade e persistência é possível driblar a acomodação e o medo de abrir o seu próprio negócio. Às vezes, tudo o que a gente mais precisa é de uma forcinha pra entender que nunca é tarde pra mudar, e aí os caminhos vão se abrindo e mostrando por onde começar.

 

  1. Investir em conhecimento

 

Empreender não é fácil e também não é tão simples, mas isso não depende de a pessoa ter dinheiro ou não! “Ah, Capitã! Como assim? Dinheiro compra tudo! Se eu tivesse dinheiro, com certeza eu seria uma empreendedora de sucesso”! Aí é que você se engana! E sabe por quê? Porque o maior valor de quem empreende, uma empresária ou um empresário, não está apenas no dinheiro que se tem, mas no quanto se aprendeu na vida e apostou em adquirir conhecimento.

 

Nathalia Arcuri tocando na cabeça, com cara de "entendeu?"

PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri tocando na cabeça, com cara de "entendeu?"

 

  1. Saber os recursos disponíveis

 

Sabia que o dinheiro não é o único recurso necessário pra abrir um negócio? Outros recursos são primordiais pra levar em conta nesse momento. Vou te contar quais são!

 

O tempo

Esse é o recurso mais importante que você vai precisar pra começar! Então, se faça essa pergunta na hora de se programar: quanto tempo você tem disponível pra se dedicar ao seu novo negócio?

 

As pessoas

Outro recurso importante são as pessoas que vão te apoiar. Aqui vão mais algumas perguntinhas pra você responder: quem vai te dar apoio moral? Quem pode te ajudar com a parte burocrática? Quem pode te auxiliar a criar este negócio? E quem vai te ajudar a vender o seu produto ou o seu serviço? E quais são, no mínimo, cinco pessoas que podem comprar de você?

Nathalia Arcuri estendendo a mão, como se oferecesse ajuda

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri estendendo a mão, como se oferecesse ajuda

 

Os talentos

 

Quais são os seus talentos? Esse é um recurso primordial pra colocar um negócio pra girar. Tente listar todos os seus talentos, vou te dar alguns exemplos: você sabe falar em público, sabe fazer fotos, assistir séries e filmes, comprar, escrever, fazer arrumações, sabe cuidar de crianças, falar com pessoas, dar aula de alguma coisa, cozinhar, colocar dados em planilhas, cortar cabelo, tocar um instrumento musical, cantar...? Enfim, são infinitos os talentos e até mesmo hobbies que podem te inspirar! Se você tem qualquer um desses talentos, você tem potencial para começar um negócio com pelo menos mil reais! Coloque no papel tudo o que você acha que faz bem feito! Você vai se surpreender!

 

Você chegando feliz da vida pra montar sua empresa e descobrindo que é 99% esforço!

 

Dinheiro

Por último, você vai ver o quanto tem para começar um negócio. Mas, ATENÇÃO: não pode usar a sua reserva de emergência! Primeiro junta uma grana específica para um negócio e depois você viabiliza o seu projeto. Fechô? 

 

 

  1. Traçar os objetivos

 

Tripulantes do SOS Me Poupe!, esse ponto é muito importante: os seus objetivos! Você sabe quais são? Antes de você responder, eu já vou te adiantar um que NÃO DEVE SER O SEU PRINCIPAL OBJETIVO AGORA: ganhar dinheiro. “Hein, Capitã! Você quer que eu comece um negócio sem pensar em ganhar dinheiro”? Sim, quero. E o motivo é simples: o que a gente está conversando agora é sobre mudar, sobre começar um negócio que possa te ajudar a voltar a gostar do seu trabalho para, aí sim, conseguir prosperar. O dinheiro é uma consequência do sucesso do seu negócio e da satisfação que o seu novo trabalho vai gerar para você e pra quem vai comprar de você! 

 

Navegue em alto mar: pense em mudar a vida de alguém e agregue valor ao seu negócio!

 

Se você tiver dificuldade, aqui a Nath deu algumas ideias de atividades pra você se inspirar!

 

 

 

  1. Definir as metas

 

Ao começar um negócio, todo empreendedor precisa estabelecer metas a partir do dinheiro que será investido no início. Comece definindo qual vai ser o faturamento da sua empresa no primeiro ano dela e nos anos seguintes. Não pense em faturamentos mensais, mas anuais. E coloque metas realistas! Não adianta colocar metas impossíveis, tá? Com as metas anotadas, agora é correr pra colocar tudo em prática. Vamos lá?!

 

 

  1. Criar um planejamento

 

Agora que sua cabecinha está fervilhando e suas ideias estão a todo vapor, coloque tudo isso que você identificou acima em um papel e em planilhas. Pra um negócio dar certo, a pessoa que está empreendendo precisa se organizar e se planejar minimamente! E pra te ajudar a colocar a mão na massa, aqui eu compartilho uma ferramenta exclusiva da Me Poupe! que vai te ajudar. É só baixar e começar!

 

 

 

 

  1. Formalizar o seu negócio

 

Depois dessas dicas todas, você já sabe que nunca é tarde para começar um negócio e já tem até o canvas da Me Poupe! pra organizar o novo empreendimento. Mas, não esqueça que é necessário formalizar o seu negócio. Isso é fundamental para que sua empresa atue dentro da lei, cresça e não te dê dor de cabeça. Aqui eu expliquei como fazer um CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) e expliquei os motivos pra você fazer isso e evitar problemas jurídicos.

 

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri arrumando o cabelo e dizendo "não sei se te contaram"

 

É, Tripulação! Acho que consegui mostrar os principais elementos necessários que quem está pensando abrir um negócio precisa levar em consideração, né? Se você leu até aqui, o mais importante agora é saber que, se você acha que o seu momento de virar empreendedora ou empreendedor chegou, você não está só! Conte comigo, sua Capitã, e força na peruca!

 

Leia também


Compartilhe este post

Posts relacionados

Este site usa cookies para garantir que você obtenha uma melhor experiência conosco. Para saber mais, acesse nossa Política de Privacidade