PASSO A PASSO

Os primeiros passos pra você começar a empreender na pandemia

A pandemia não acabou! E, se você precisa dar um novo jeito de ganhar dinheiro agora, veja os primeiros passos pra empreender na pandemia!

17h | 12 de março 2021 Por Capitã SOS

Ninguém esperava estar nesta situação em março de 2021... Mas trabalhamos com fatos e, infelizmente, o fato é que a pandemia não foi embora. E a situação se agravou ainda mais! Mas eu, que trouxe meu navio pra te salvar no começo da crise, continuo por aqui te ajudando a remar! Por isso, no post de hoje eu vou dar os primeiros passos pra quem precisa começar a empreender na pandemia!

Afinal, teve MUITA gente que enfrentou esse cenário no ano passado (especialmente mulheres: lembra que quase a metade delas tinha negócios de menos de um ano??)... E também tem muita gente começando agora.

#PARATODOSVEREM: Nathalia Arcuri está sentada em um sofá com manta de listras brancas e pretas. Ao fundo, elementos adesivos brancos e pretos que remetem ao universo financeiro. Com as mãos levantadas, Nath diz "PRESTA ATENÇÃO"

1. Empreender é resolver um problema

Eu sei, tripulação, que você precisa de dinheiro, e rápido. Portanto, se a primeira coisa que você pensa ao empreender é em ganhar dinheiro, eu entendo a sua preocupação!

Mas, pro seu negócio dar certo, lembre-se que as pessoas compram coisas pra resolver problemas. Então, você precisa dessa visão no produto ou serviço que oferecer!

"Capitã, mas eu faço brigadeiro!!"

Não importa o que você vende: SEMPRE pense no que está por trás do produto ou serviço. Por exemplo, quem vende brigadeiro pode estar facilitando a demonstração do afeto. Quem faz bordado ajuda na liberdade de expressão. Quem é manicure vende autoestima.

Em outras palavras, antes mesmo de começar seu negócio, você precisa descobrir o que está por trás dele, entende? É isso que as pessoas vão comprar. Afinal, todo mundo pode fazer brigadeiro... Mas existe ALGO que vai fazer seus clientes comprarem o SEU brigadeiro, e não da sua concorrência.

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri tocando na cabeça, com cara de "entendeu?"

2. De olho na demanda

Depois de decidir o que você quer fazer, você precisa descobrir se existe demanda! Ou seja, se as pessoas QUEREM o que você vai oferecer.

Um bom jeito de fazer isso é dar uma olhada em quem seriam seus potenciais concorrentes. Em primeiro lugar, eles existem? Depois, quantos são? O que os clientes falam deles? Existe espaço pra você aproveitar algum "buraco" que eles não cobrem?

Esta etapa é MUITO importante, marinheira e marinheiro. Porque você pode ter tido uma ideia incrível... Mas ela só ser incrível pra você. Ou, então, o seu público-alvo não ser exatamente quem você acha que é.

Nathalia Arcuri olhando alguma coisa, com a mão no queixo, e cara de preocupada

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri olhando alguma coisa, com a mão no queixo, e cara de preocupada

"Capitã, assim você me complica!"

EEEUU??? Eu tô aqui pra ajudar! Aliás, ajudo tanto que vou te deixar este link aqui, que é o post no qual eu te apresentei o Canvas e te mostrei como usá-lo. Essa é uma ferramenta que eu te dei DE GRAÇA pra você entender melhor o que é o seu negócio, pra quem, de que forma você vai entregar seu produto ou serviço e várias outras informações super importantes pra ele vingar!  

3. Dá pra começar do zero, sim!

Agora, eu sei uma coisa que pode estar pairando aí na sua cabeça... Um pensamento de que, sem ter dinheiro, não dá pra começar um negócio.

E NÃO É VERDADE! Dá, sim, pra você começar a empreender na pandemia e ganhar dinheiro com pouco, ou NENHUM dinheiro pra começar. Quer ver só? 

Neste post aqui, te conto direitinho como você pode fazer isso. Mas o primeiro passo você já deu: é entender que empreender nada mais é que resolver um problema!

Depois, você precisa mapear que recursos têm à mão - e eu não tô falando de dinheiro, não, mas de tempo, parcerias, conhecimento... Essas são as coisas que vão te ajudar nesse começo, e que não custam absolutamente NADA. 

Além disso, você pode negociar permutas com a sua empresa, pra conseguir o que precisa sem pagar. Mas, nesse caso, lembre-se que é um acordo, então você também vai oferecer algo de valor pra pessoa que vai te ajudar agora, certo?

Nathalia Arcuri levantando as mãos e dizendo "é justo"

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri levantando as mãos e dizendo "é justo"

4. Perca o medo e ganhe dinheiro!

Por fim, se ainda tem algo te segurando pra dar o primeiro passo, provavelmente é isto: o medo.

Afinal, você está prestes a começar a navegar por águas desconhecidas, e isso assusta, mesmo! É o medo do julgamento das outras pessoas, medo de não dar certo, medo de não dar conta de tudo, medo da insegurança com o quanto vai ganhar...

Se a sua questão é ter vergonha, a Nath fez um vídeo que pode te ajudar! Ele é sobre como superar o medo de fazer renda extra, mas tenho CERTEZA que vai te ajudar:

https://youtu.be/gY1si1SLNY0

Mas, se a sua questão é outra, dá uma lida neste post aqui, que ele também pode ter a resposta pro que tá causando tanto desespero no seu coração de empreendedora e empreendedor!

Por fim, lembre-se: cada dia em que NÃO tira seu negócio do papel, você também deixa de ajudar a pessoa que precisa do seu produto ou serviço. E, claro, deixa de ganhar dinheiro!

E então, tripulação, este post te deu uma injeção de ânimo pra começar a empreender na pandemia?

Aqui no blog do SOS Me Poupe!, tem MUITO conteúdo pra você começar a tirar suas ideias do papel e continuar remando, mesmo quando a crise parecer um maremoto que vai te engolir. Pra ler todos, é só clicar aqui!

Até a próxima, e lembre-se: muitas vezes, o primeiro passo também é o mais difícil!

 

Leia também


Compartilhe este post

Posts relacionados