CRECHE DE NEGÓCIOS

Hora de profissionalizar seu negócio: tudo sobre MEI!

Ser um MEI te dá um carimbo de profissionalização, transformando você em uma dona e proprietária de um negócio com muito mais credibilidade. Afinal, você será uma Microempreendedora ou Microempreendedor individual! Quer saber como fazer isso? Esse post vai te ensinar o passo a passo pra você não se perder.

09h | 15 de agosto 2020 Por Capitã SOS

Você que tem um negócio próprio ou que atua por conta já deve ter ouvido esse conselho uma "MEI" dúzia de vezes: abre a sua MEI! Assim, você vai poder emitir notas fiscais, o que te dá a chance de vender também para empresas (que costumam ter mais dinheiro que seus clientes pessoa física!), e vai até poder contratar alguém pra trabalhar com você, assinando carteira e tudo! 

Mas, afinal, o que é uma MEI? Pra que ela serve? Quanto custa? Quem pode fazer?

Pois bem, chega de sofrer com a falta de profissionalização e com não saber por quê você deveria se profissionalizar. Afinal, é hoje que minha tripulação vai virar empreendedora por inteiro e começar a navegar nos mares da MEI!

E, ó, já te dou a previsão oficial do Mar da MEI: esse é apenas o primeiro post. Nos próximos, você também vai aprender o passo a passo pra fazer a sua, sem precisar de contador.

Nathalia Arcuri com as mãos do lado da cabeça, como se sua mente tivesse explodindo, falando "uau!"

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri com as mãos do lado da cabeça, como se sua mente tivesse explodindo, falando "uau!"

"EITA! Pode isso, Capitã?"

Ô SE PODE! Continua lendo que eu garanto que é MEI trabalhoso (han, han!!), mas nada complicado!

Por que ser MEI?

MEI é a sigla pra Microempreendedor Individual, uma forma de regularizar atividades informais de um jeito fácil, com taxas acessíveis, pra que toda pessoa possa se regularizar. E não importa se esse negócio é uma pequena indústria, um pequeno comércio ou uma pequena prestação de serviços: todas essas categorias podem ser MEIs.

E por que ser MEI? Pensa só: quando você vai fazer uma compra e alguém te oferece uma Nota Fiscal, você não tem uma sensação mais profissa daquele atendimento? Tem, né? E, quanto mais profissional é o atendimento, mais valor o consumidor dá! 

Nathalia Arcuri tocando na cabeça, com cara de "entendeu?"

PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri tocando na cabeça, com cara de "entendeu?"

Ser um MEI te dá esse carimbo da profissionalização, te transformando em uma dona e proprietária de um negócio com muito mais credibilidade. Afinal, você não é qualquer um que vende qualquer coisa: você será uma Microempreendedora ou Microempreendedor individual!

Além de deixar a sua apresentação mais séria pros clientes, ser MEI também permite que você tenha um CNPJ, que é como o CPF das empresas. Isso regulariza a sua situação diante do governo: você não é mais um "profissional informal", mas uma cidadã e cidadão regular, pagador de impostos! Por isso, 100% você passa a ganhar direito a aposentadoria (por idade ou por invalidez), auxílio doença e até salário-maternidade

Atenção! Todos esses pagamentos de benefícios pro MEI são baseados no salário mínimo, e não no quanto você fatura todo mês com a sua empresa MEI. Por isso, pra ter uma aposentadoria mais tranquila, eu recomendo MUITO que você siga a dica da guru dos investimentos da Me Poupe, Nathalia Arcuri, e aposte em um investimento de longo prazo. Esse vídeo te ensina direitinho como fazer isso. 

Quanto custa abrir MEI?

Além disso, fazer seu cadastro e virar MEI é grátis. Sim, totalmente gratuito! E você pode fazer isso por sua conta mesmo. É só acessar o site do Portal do Empreendedor e fazer o seu cadastro.

Não vá se perder por aí! Tem muito site pirata, de golpista que quer roubar seus dados e te passar a perna, fingindo ser o oficial. O Portal do Empreendedor real oficial, o que é do governo federal e que você confiar, é o que termina com .gov.br.

Alguns contadores também cuidam da abertura de MEI, e alguns até podem até fazer isso como um serviço voluntário, já que é de graça abrir. Aliás, durante a pandemia, isso tá acontecendo bastante! A Easymei é uma dessas empresas que te ajuda a abrir sua MEI sem cobrar nadinha, e ainda te dá seis meses de apoio pra você aprender a controlar suas finanças.

No entanto, se você QUISER, é claro que pode contratar um contador pra te ajudar. Não precisa, mas, se quiser, pode. E, nesse caso, sim, você pode ter que pagar o contador. Mas, repito: não é obrigatório ter contador nem pagar nada pra ter MEI!

Porém, isso não significa que você não vai pagar absolutamente nada, nunca, pra emitir nota fiscal e prestar seus serviços.

A tal taxa da MEI

No entanto, esse é um valor fixo, marinheira e marinheiro! Então, não vai rolar nenhuma surpresa fiscal no fim do ano.

Quer dizer, a não ser que você extrapole o limite...

#PARATODOSVEREM: Nath Arcuri com camiseta preta, em um estúdio, olhando para o público com cara de surpresa

Mas vamos chegar lá!

Essa taxa, ou melhor, ou contribuição, é o equivalente ao imposto das MEIs. O valor é diferente pra cada tipo de negócio, mas, em 2020, ele não passa de R$ 60 por mês. Você paga esse valor em um boletinho maroto, chamado de DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

Funciona igual a sua conta de luz: todo mês você vai lá e acerta essa taxinha pra ficar em dia. Quer mais moleza? Dá pra por no débito automático!

"Capitã, calma lá: R$ 60 por mês dá R$ 720 no ano. Não sei se quero ter essa despesa..."

SABOTADOR À VISTA!

Esse é um pensamento clássico da auto-sabotagem! Mas a psicologia econômica explica, marinheira e marinheiro: a dor que você sente ao pagar imposto é tão grande que você corre o risco de deixar de ganhar mais dinheiro só pra não pagar uma taxa.

Só que se você não pagar essa taxa, quem se dá mal é você, que perde a chance de se formalizar, se profissionalizar e CRESCER!

Além do mais, a taxa é pequena, e com certeza você consegue cobrir o custo dela já com o seu primeiro cliente depois de virar MEI.  E agora, vai continuar batendo o pé pra não pagar a DAS??

"Isso tá fácil demais, Capitã. Já sei, eu vou pagar pelas notas fiscais que emitir, não é??"

Não!

Não tem segredo, tripulação: abrir a MEI é grátis. Você paga a DAS todo mês, que é um valor fixo, sem surpresas. E pode emitir quantas notas precisar, sem pagar nada a mais por isso!!

Mas... Tem um porém.

"Ah, sabia que tinha alguma coisa!"

Calma! Não é taxa escondida, nem nada do tipo.

É que a MEI tem um limite. Lembra que falei lá em cima?

Esse limite é de faturamento anual, e não pode passar de R$ 81 mil por ano.

Só pra você ter uma ideia, Isso dá uma média de R$ 6.750 por mês. Ou seja, se você quiser, pode emitir 81 mil notas fiscais de R$ 1 e não vai pagar nada a mais por emitir esse número ENORME de notas fiscais!

Quem pode ser MEI

Como te disse ali em cima, a MEI foi criada para regularizar os microempreendedores individuais. É como se as MEIs fossem as microempresas (ME) na infância. Por isso, as regras e taxas são mais café com leite. 

Mas isso não quer dizer que não tem regras! Pra ser uma empresa tipo MEI, você precisa:

- Vender até R$ 81 mil no ano, isto é, ter R$ 81 mil de faturamento;

- Realizar uma das mais de 490 atividades listadas no Portal do Empreendedor (que por lá são chamadas de CNAEs, Classificação Nacional de Atividades Econômicas).

Existem MUITAS opções de atividades pra você escolher. Tem CNAE pra quem trabalha com artesanato, quem dá banho em cachorro, cabeleireiras, cantores, vários tipos de comerciantes independentes, doceiras, pequenos fabricantes, fotógrafas, instrutores, manicures, maquiadores, motorista de aplicativo, vendedores ambulantes, e até verdureiros!

Deixa eu já economizar o seu tempo: se você trabalha por conta como um profissional que tem um conselho regional (como dentistas, que tem o CRO, ou psicólogos, que tem o CRP, ou engenheiros, que tem o CREA) você NÃO PODE ser MEI. 

A regra é clara: você precisa ser um profissional de uma das 490 atividades listadas no portal. Ficou na dúvida? Acesse o Portal do Empreendedor e confira todas as opções: vá em QUERO SER > FORMALIZE-SE > Atividades permitidas

Aviso extra pra tripulação do SOS: o Portal do Empreendedor lista as atividades permitidas nacionalmente, mas cada município pode decidir quais atividades vai aceitar como MEI. Por isso, vale conferir no site do Portal do Empreendedor e depois conferir se essa atividade pode ser exercida na sua cidade como MEI.

Grandes poderes, grandes responsabilidades

Tudo muito tranquilo, certo, marinheira e marinheiro? Mas não pode bobear: como empreendedora e empreendedor, é SUA responsabilidade aprender como as coisas funcionam e cuidar da sua empresa direitinho. Afinal, com grandes poderes vêm grandes responsabilidades!

Eu sei que cansa, que às vezes vai dar um faniquito e um medo de fazer tudo isso, mas não tem jeito. Empreender é como aprender a andar de bicicleta, só que com a bicicleta ladeira abaixo e, às vezes, pegando fogo.

É preciso saber um pouquinho da área fiscal, de administração, de gestão de pessoas... Mas por sorte, tem muita gente por aí disposta a ajudar e um montão de conteúdos, como os do SOS Me Poupe, de graça na internet pra te ajudar!

O SEBRAE é um super parceiro pra quem tá começando agora. Lá, quem quer se tornar MEI pode contar com ajuda do começo ao fim, desde a abertura da empresa, a estruturação do negócio, e até mesmo para dar "baixa" na empresa (fechar o CNPJ, basicamente) se vier a precisar!

Ninguém vai te dizer o que você tem que fazer: você é responsável por fazer acontecer, por pensar em todo o seu planejamento e criar seu próprio caminho.

Parece desesperador? Pensa de novo: pode ser também muito libertador! Por isso, separe um tempo e estude, estude e estude. Tenho certeza de que, se você chegou até aqui, dedicação e determinação você já tem!

Então, agora que você já começou a aprender sobre a MEI, fica de olho no meu diário de bordo, quer dizer, no meu blog que, aqui, promessa feita é promessa cumprida e eu ainda vou te mostrar o passo a passo pra você abrir a sua MEI.  

Até a próxima, e não se esqueça: aquele papo do 99% transpiração e 1% inspiração é MUITO verdade!

Leia também


Compartilhe este post

Posts relacionados